Jornal Antena - Encantado RS

Tuesday, Jun 27th

Last update04:42:20 PM GMT

Você está na seção:

Vale do Taquari

Trilhos do Viaduto 13 estão fechados para visitação

E-mail

 

Um dos pontos turísticos mais conhecidos do Vale do Taquari está fechado ao público. A decisão de proibir visitas ao Viaduto 13, localizado em Vespasiano Corrêa, partiu da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e teria sido motivada pela segurança.
A ANTT notificou a Rumo Logística sobre a circulação de pessoas na parte superior do Viaduto 13, na parte onde estão os trilhos. Em nota, a Rumo Logística ressaltou que a circulação de pessoas e veículos não autorizados, bem como a prática de esportes radicais no local é proibida. “O local é área operacional, destinado exclusivamente ao transporte de cargas e não deve ser utilizado sem autorização da Rumo e da ANTT”. No documento, a empresa ainda afirma que o boato de que a ANTT teria multado a Rumo em R$ 500 mil não procede, ao contrário do que tem circulado nas redes sociais.
O local recebe cerca de mil visitantes por final de semana. Para bloquear a passagem, cargas de terra foram colocadas, criando obstáculos aos pedestres. Segundo informações da empresa, diversos casos de retardamento da operação ferroviária ocorrem por conta do grande fluxo de pessoas sobre a ferrovia. Com esta decisão, guardas foram destacados ao local para barrar a circulação de pessoas não autorizadas.
O presidente da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales), Rafael Fontana, destaca que a decisão não afeta diretamente o projeto do Trem Turístico. “Não muda nada nesta questão. Qualquer atividade a ser realizada nos trilhos deve ter liberação da Rumo, já que ela é a responsável pelo local, e, em caso de acidentes, eles também podem ser responsabilizados, mas estamos trabalhamdo para normalizar a situação e conseguirmos esta liberação”, explica.
O prefeito de Vespasiano Corrêa, Marcelo Portaluppi, acredita que um dos grandes motivos que resultou nesta intervenção é a prática de esportes radicais no local. “É praticamente impossível impedir o acesso ao local. Existem outros meios de acesso, outros viadutos para circular. Inclusive, existem grupos que fazem caminhadas entre os municípios somente pelos trilhos”, explica.
Portaluppi diz que não foi notificado oficialmente sobre esta interdição, mas acredita que a medida é temporária. “Estamos enviando um ofício à Rumo, para tentar sensibilizar a empresa da importância do local para nós, já que ela movimenta o turismo e a economia”, pontua. O prefeito ainda destaca que a interdição não ocorre em todo o local. “O que está proibido é o acesso aos trilhos, lá no alto. Mas existe um parque, com campings, com belas paisagens, lugares para caminhar que pode ser visitado. É um lugar muito bonito”, frisa.

O Viaduto 13
Localizado entre os municípios de Vespasiano Corrêa e Muçum, o Viaduto 13, existente na Ferrovia do Trigo. A denominação 13 tem sua origem no fato de ser o 13º de uma sequência de viadutos que se inicia em Muçum.
Construído pelo 1º Batalhão Ferroviário do Exército Brasileiro, a obra foi inaugurada em 19 de agosto de 1978, pelo então presidente Ernesto Geisel. Com 143 metros de altura e 509 de extensão, é o maior viaduto ferroviário das Américas e o terceiro maior do mundo, superado apenas pelo Viaduto Mala Rijeka, em Montenegro, de 198 metros de altura, e a ponte de Beipanjiang, na China, que possui uma altura de 275 metros.

trilhos do_viaduto_1trilhos do_viaduto_2trilhos do_viaduto_3

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Evento marcará comemorações dos 35 anos do Sicredi Região dos Vales

E-mail

 

O ano está sendo de comemorações para o Sicredi Região dos Vales. Em 2017, a instituição financeira cooperativa completa seus 35 anos de atuação regional e, para marcar a data e celebrar com os associados, o Sicredi promoverá, na tarde do dia 2 de julho, no Parque João Batista Marchese, em Encantado, o evento comemorativo ao aniversário. Com início previsto para as 15h, a programação contará com os shows musicais de Luiz Marenco e João Luiz Corrêa. Na tarde também será realizado o sorteio da Promoção Aniversário Premiado Sicredi, em que serão conhecidos os ganhadores dos 21 automóveis zero quilômetro (Onix 1.0). Os primeiros prêmios da Promoção já foram sorteados, nos meses de janeiro e fevereiro, durante o processo assemblear, quando foram distribuídos 21 Smart TVs e 21 Notebooks.
Ao longo das suas três décadas e meia de história, o interesse pela comunidade e pelo desenvolvimento da região sempre esteve presente na essência do Sicredi e comemorar os seus 35 anos junto aos associados marca um importante momento para a instituição financeira cooperativa.
“O lançamento da Promoção Aniversário Premiado Sicredi, a maior promoção de nossa história, a inauguração da nossa nova sede em Encantado e agora o evento de comemoração no dia 2 de julho marcarão os 35 anos de nossa Cooperativa”, afirma o presidente Ricardo Cé.
Destinado aos associados do Sicredi Região dos Vales, os ingressos para o evento deverão ser retirados até o dia 28 de junho nas agências do Sicredi nos municípios de Encantado, Guaporé, Ilópolis, São Valentim do Sul, Roca Sales, Coqueiro Baixo, Anta Gorda, Dois Lajeados, Nova Bréscia, Relvado, Capitão, Muçum, Arroio do Meio, Vespasiano Corrêa, Putinga, União da Serra, Vista Alegre do Prata e Doutor Ricardo.
O evento comemorativo aos 35 anos finaliza a Promoção Aniversário Premiado, a maior da história do Sicredi Região dos Vales, que foi lançada em julho do ano passado com o objetivo de celebrar e valorizar a parceria dos associados. No total, serão 63 prêmios entregues, totalizando mais de R$ 800 mil em premiação.

evento marcara_comemoracoes

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Inscrições para os cursos técnicos da Univates estão abertas

E-mail

 

Com o intuito de habilitar estudantes para uma profissão em curto espaço de tempo e com maior facilidade para a entrada no mercado de trabalho, a Univates recebe inscrições para os cursos técnicos. O procedimento deve ser feito, de até 4 de julho, por meio do site www.univates.br/tecnicos.
A duração média dos cursos é de dois a três anos, dependendo do número de disciplinas que o estudante cursar. Para o segundo semestre de 2017 são 16 cursos oferecidos: Administração, Alimentos, Auxiliar de Saúde Bucal, Automação Industrial, Comunicação Visual, Edificações, Eletroeletrônica, Enfermagem, Informática, Manutenção Automotiva, Manutenção e Suporte em Informática, Química, Radiologia, Segurança do Trabalho, Serviços Jurídicos e Vendas.
Para ingressar nos cursos técnicos não é necessário ter concluído o ensino médio (a não ser o Técnico em Radiologia, que exige ensino médio concluído e idade mínima de 18 anos). A realização pode ser feita de forma concomitante, mas para receber o diploma de técnico o estudante deve ter concluído o ensino médio.
Após realizar a inscrição pelo site, os interessados devem realizar a matrícula, presencialmente, nos dias 5 e 6 de julho, no Atendimento Univates (Prédio 9), das 13h às 21h. Menores de 18 anos devem estar acompanhados de representante legal. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3714-7000, ramal 5024, ou pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. . 

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Vale do Taquari terá R$ 10,5 milhões a mais por ano de ISS

E-mail

 

Com a derrubada do veto de Temer, os municípios gaúchos passarão a ter R$ 360 milhões a mais por ano de retorno do ISS. Vitória dos municípios. As prefeituras gaúchas podem incrementar em até R$ 360 milhões por ano a arrecadação do Imposto Sobre Serviços (ISS), conforme estimativa da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Em sessão conjunta, realizada no dia 30 de maio, deputados e senadores derrubaram o veto do presidente Michel Temer, que invalidava parte da Lei do ISS e impedia a redistribuição do imposto sobre serviços de leasing, planos de saúde e operações com cartões de crédito e débito.
Com a decisão do Congresso Nacional, passa a valer o texto da Lei Complementar 157/2016. Aprovada em dezembro do ano passado, a legislação altera regras na cobrança do ISS, fixa em 2% a alíquota mínima e prevê que o valor do imposto seja creditado na cidade onde aconteceu a operação financeira. Antes da lei, o tributo era pago para municípios, considerados paraísos fiscais, onde estão instaladas as sedes das empresas. De acordo com dados da CNM, a medida representa um acréscimo anual de R$ 6 bilhões nas receitas municipais.
A derrubada do veto é considerada uma vitória municipalista, pois a mudança dessa lei era uma antiga reivindicação dos prefeitos e foi o principal pleito apresentado na última Marcha a Brasília, que aconteceu entre os dias 15 e 18 de maio. “A derrubada do veto sobre a cobrança do ISS dos cartões de crédito e do leasing é uma grande vitória dos municípios. A Famurs lutou muito por isso”, celebrou o presidente da Famurs, Luciano Pinto.

Prefeituras devem
atualizar legislação
A assessora técnica da Área de Receitas Municipais da Famurs, Cinara Ritter, explica que as prefeituras terão que ajustar a legislação para receber o ISS. “Os municípios deverão atualizar seus códigos tributários para o início da cobrança”, alertou. As prefeituras que já aderiram ao Programa de Integração Tributária (PIT) têm acesso garantido às informações sobre recursos movimentados com o uso de cartões de crédito no Rio Grande do Sul.

vale do_taquari_tera

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Página 1 de 94