Jornal Antena - Encantado RS

Wednesday, Aug 23rd

Last update04:34:25 PM GMT

Você está na seção:

Encantado

Coluna Diego Augusto Pretto

E-mail

 

Final do inverno: Pelo visto nosso inverno será menor este ano. Sem muito frio os mosquitos retornam antes e algumas doenças como a Dengue e a Zika estão cada vez mais próximas de nossa cidade. Sem falar na Malária! Assim precisamos de todos neste enfrentamento que vamos viver nos próximos meses. Sair do comodismo e fazer a nossa parte. Olhar o pátio de casa e procurar lugares onde o mosquito pode se reproduzir. Quem sabe vamos adotar áreas verdes próximas de casa ou terrenos abandonados e em comunidades para auxiliar na limpeza. É para todos. Denunciar e notificar junto à ouvidoria a presença de terrenos abandonados, casas abandonadas. Avisar aos proprietários das condições dos terrenos. Pedir providências!

Meu conceito de saúde: Ter saúde não é estar sem doenças. Ter saúde é viver a vida feliz, com emprego e transporte. Ter saúde é ter saneamento básico e lazer. Saúde não é cara, saúde é barata. Quem é cara é a doença. O que é caro é viver infeliz e deprimido. Saúde é barato, saúde não custa caro e traz felicidade. Caro é a doença.

Recursos municipais: A prefeitura não tem recursos próprios. Todos os recursos são provenientes de nosso dinheiro, devemos nos perguntar como queremos gastar nosso dinheiro, melhorando as nossa condições de vida e viver bem ou para morrer com bom tratamento infeliz e triste?

Ensino de italiano nas escolas municipais: Recebi uma carta do Sr. Ampere Giordani sobre este assunto e acredito que podemos aproveitar o sucesso da Setimana Italiana que ocorreu há pouco tempo para mais uma vez levar este assunto à ser discutido. Presenciei a dificuldade de entendimento do nosso italiano, o vêneto, com as pessoas que sabem o italiano gramatical, o romano, além de todos outros descendentes que não faziam ideia do que estava sendo dito. Acredito que devemos pensar em preservar este conhecimento e este patrimônio cultural que temos.

Informatização no serviço público: Acredito que temos que modernizar e atualizar o serviço público para as tecnologias mais básicas de informação, permitindo que a população possa participar e interagir com os serviços sem sair de casa. Como tantos outros serviços e empresas. Levando a tecnologia de informação poderemos ter um aplicativo de uma prefeitura virtual onde o cidadão poderá marcar sua consulta, desmarcar, conferir suas parcelas do IPTU fazer um pedido de obras ou uma demanda para a ouvidoria e saber se o remédio contínuo está a disposição na farmácia da Secretaria da Saúde. Coisas simples que muitas empresas têm em todo país e vários programas e aplicativos já oferecem para as prefeitura, inclusive público do Ministério do Planejamento. Nisto que eu acredito e vou ser sempre parceiro para alcançarmos esses objetivos.

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Turra pede revisão de instrução normativa que afeta municípios produtores de frangos e suínos

E-mail

 

No último dia 8, o líder do Partido Progressista na Assembleia Legislativa, Sérgio Turra, acompanhou o prefeito de Encantado, Adroaldo Conzatti, em uma audiência na Casa Civil. Recebido pelo chefe da pasta, Fábio Branco, o deputado solicitou a revisão da instrução normativa 058/2015, que mudou as regras do Sistema Integrado do Setor Primário.
De acordo com Turra, a preocupação das prefeituras dos municípios produtores de frangos e suínos é com a queda nas receitas. “Somente o Vale do Taquari pode perder R$ 25 milhões no retorno de ICMS”, destacou.
O deputado lembrou que o setor primário é o principal foco de investimentos do poder público no interior. “Com a queda na arrecadação, as prefeituras, inevitavelmente, terão de fazer cortes que afetarão o produtor”, resumiu.
Esse é o temor do prefeito de Encantado. Segundo Conzatti, o município está trabalhando na concessão de incentivos para a construção de um aviário. “A princípio, teremos retorno desse investimento em 10 anos. Se as mudanças do Sistema Integrado permanecerem, o tempo de retorno deve aumentar para 30 anos. Se torna inviável”, declarou.
Branco afirmou que a Secretaria da Fazenda está trabalhando junto a um Grupo de Trabalho, formado por representantes da pasta e da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), para estudar os impactos das mudanças. “Vamos indicar alguém da Casa Civil para acompanhar esse trabalho, mas os prefeitos também precisam ficar atentos. Em 15 dias, a Fazenda deve dar um retorno deste assunto”, explicou.

turra pede_revisao

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Ação reúne 24 voluntários para doação de sangue

E-mail

 

A terceira iniciativa deste ano realizada pela Tribo Scala Cultural, foi realizada na manhã de sábado, dia 5 de agosto, quando 24 pessoas participaram da doação de sangue no Hemovale em Lajeado.
A tribo integrante do Projeto Tribos nas Trilhas da Cidadania da ONG Parceiros Voluntários, envolveu cerca de 400 alunos do Ensino Médio na ação. A escola participa do projeto há três anos, e está dividida em três grupos: um que abrange alunos da Educação Infantil até o 5º ano; a outra que reúne alunos do 6º ao 9º ano e ainda a tribo Scala Cultural do Ensino Médio. A cada ano, cada tribo se propõe a realizar quatro ações.
Conforme o presidente do Grêmio Estudantil Centenário (GEC) e aluno do 3º ano do Ensino Médio, João Paulo Daltoé, a ideia surgiu em 2016. Ela só foi colocada em prática este ano, mas com resultado positivo. “Ficamos muito satisfeitos com a mobilização das pessoas para esta ação. Esperamos que ela possa contagiar outras pessoas a também fazerem doação de sangue”, finaliza.

acao reune_24

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Encantado rumo ao videomonitoramento

E-mail

 

Um reunião realizada na Associação Comercial e Industrial de Encantado (Aci-E), na noite da última quarta-feira, dia 9 de agosto, deu passos importantes rumo a instalação do sistema de videomonitoramento no município de Encantado. O encontro, que reuniu entidades, autoridades e líderes comunitários, contou com a explanação do sistema que deve ser instalado na cidade.
Conforme o presidente da Aci-E, Marcos Tonin, o sistema é de ponta. “Nós escolhemos o que tem de melhor hoje no segmento. É um sistema de primeiro mundo, é algo extremamente moderno”, comemora.

O sistema
A empresa escolhida para a instalação do sistema, Connectline, é catarinense, com sede na cidade de São José. Com 20 anos de atuação, eles têm atuação em todo o Brasil, sendo atualmente mais de 40 municípios. “Nós vendemos uma solução de segurança junto ao poder público”, comenta o diretor comercial e proprietário da empresa, Clóvis Margreiter.
O sistema é de tecnologia canadense, e a parte inteligente do produto é de Israel. O produto foi utilizado nas Olimpíadas Rio 2016.
Margreiter explicou detalhes do funcionamento e dos equipamentos, que compartilham pontos de iluminação elétrica. “As câmeras consomem o equivalente a uma lâmpada de 100wts”.
O sistema, veiculado ao Detran, ainda permite leitura de placas e procuras de dados. Existe uma espécie de “filtro” que permite que os operadores procurem por determinados objetos. “Por exemplo. Se a polícia é informada do furto de um carro cor branca, de tamanho tal, próximo as 3h em determinada rua. O operador do sistema consegue realizar esta busca. Ele vai configurar para que o videomonitoramento busque apenas veículos com esta descrição, nestes horários e localidades. Isto facilita muito a busca”, comenta. O mesmo pode ser feito em busca de pessoas, já que o sistema permite que sejam realizadas pesquisas por trajetos, período de tempo, cores de roupas ou veículos, tamanhos... “É um sistema muito completo. As câmeras são ‘antivândalos’, e tem duração de 15 a 20 anos. A fibra óptica usada tem durabilidade de 25 a 30 anos. A tecnologia muda, mas o equipamento acompanha esta mudança sem a necessidade de trocas ou atualizações constantes”, diz o diretor.

O videomonitoramento em Encantado
O sistema em Encantado será instalado em duas fases. Na primeira, serão colocadas 33 câmeras em 13 pontos do município. A segunda fase, que deve ser realizada futuramente, sem data marcada, consiste no melhoramento da primeira etapa.
As câmeras serão instaladas em pontos estratégicos do município, como bairros, Centro e locais de acesso a cidade. As câmeras ainda contam com sistema de 12x zoom, mantendo nitidez, e algumas dos equipamentos a serem instalados no município têm possibilidade de visão de 360 graus. A sala de monitoramento também faz parte do pacote.

Valores
O custo para a implantação da primeira fase é de R$465 mil. Na reunião, os presentes fizeram uma composição de valores para chegar ao total necessário. A empresa ofereceu manutenção gratuita durante um ano.
Anteriormente, a Aci-E havia se comprometido com a doação de R$ 30 mil. Na noite, a ex-presidente e membro da diretoria, fez o anúncio. “A Aci-E irá contribuir com o valor de R$ 50 mil para o projeto”.
O poder Judiciário já havia se comprometido e repassado o valor de R$ 40 mil. A Câmara de Vereadores também já havia anunciado o repasse de R$ 200 mil. O senhor Anilo Turatti, em nome do Clube Recreativo de Encantado (CRE) anunciou a doação de R$ 100 mil.
O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Marcelo Peretti, afirmou que a entidade não possui valor algum em caixa. “Estamos sem dinheiro, mas vamos tentar buscar estes valores junto aos associados”, pontua. A intenção é arrecadar R$ 30 mil.
Com estes valores, o videomonitoramento possui R$ 420 mil dos R$ 465 mil necessários. “Vamos buscar este valor e instalar este sistema no município”, garante o presidente da Aci-E, Marcos Tonin.
O grupo ainda deve se mobiliar para reaver os R$ 900 mil oriundos de três emendas parlamentares para o projeto. Estes valores foram pegos pela secretaria de Segurança do Estado, que quer juntar todos os valores para reverter em melhorias e distribuir para todo o Estado.
O prefeito de Encantado, AdroaldoConzatti, destacou que é preciso verificar o processo burocrático. “Antes de fecharmos tudo, precisamos verificar a forma de repasse destes valores de maneira que fiquem dentro da legalidade”, pontuou.
Outro ponto a ser verificado é sobre os operadores para o sistema. “Alguns municípios conseguiram uma parceria junto ao governo do Estado para a reativação de policiais aposentados que possam ficar junto a sala de monitoramento. Assim, estes valores são pagos pelo Estado”, explicou o capitão da Brigada Militar, comandante da 2ª Companhia da BM.
O vereador Diego Pretto também anunciou sua contribuição. “Estou doando R$ 5 mil, valor um pouco maior do que meu salário como vereador. A ideia é que o CDL faça uma ação entre amigos para arrecadar mais dinheiro para o projeto. Eles fazem o trabalho de vender os números, e eu coloco os prêmios. Juntos podemos arrecadar muito mais do que os R$ 30 mil mencionados”, explicou.

encantado rumo_ao_1encantado rumo_ao_2

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Página 1 de 567