Jornal Antena - Encantado RS

Saturday, Oct 01st

Last update09:43:03 PM GMT

Você está na seção:

Relvado

Escola Plácido recebe a sala do Logus

E-mail

 

A Escola Estadual de Educação Básica José Plácido de Castro recebeu na última terça-feira a Sala Logus, a qual faz parte da premiação do jogo LOGUS onde a escola ficou campeã em 2015, disputando com mais de 600 escolas públicas e privadas do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.O game LOGUS é promovido pela Fundação Maurício Sirostsky Sobrinho (FMSS) em parceria com o Grupo RBS.
Para a equipe, a sala significa mais que um espaço bonito e interessante. Ela representa o esforço e participação de toda a comunidade escolar.
“A Equipe se esforçou e batalhou pela vitória, mas toda a escola colaborou, assim como a comunidade. Com o empenho de todos, vencemos o jogo e o resultado foi essa sala maravilhosa para benefício de toda a comunidade escolar” – diz a professora Janete Lucia dos Santos Canesso, coordenadora da Equipe LOGUS da Escola Plácido de Relvado.
Em sua fala, Lucia Ritzel, gerente executiva da FMSS, elogiou a organização da escola, sua infraestrutura e o ambiente agradável e acolhedor.
Com a inauguração da sala, a equipe dá início ao Projeto Alfabetização Tecnológica, também conquistado em 2015, o qual tem como objetivo orientar os pais sobre os riscos e benefícios das redes sociais e ensiná-los, através de oficinas, a usar as mesmas.
O novo espaço - bonito, agradável e muito alegre - é mais uma ferramenta para auxiliar no desenvolvimento da aprendizagem dos alunos.
Neste ano a equipe está novamente participando do jogo e empenhada em buscar a segunda vitória. O jogo termina no mês de novembro e, para alegria de toda a Família Plácido, a escola está novamente na liderança.

escola placido_recebe_2

escola placido_recebe_1

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Lorenzini busca o voto do povo relvadense

E-mail

 

Odi Paulo Lorenzini
Por que ser prefeito de Relvado?
Com o intuito de sempre buscar o melhor para o município, conhecendo de perto a realidade, principalmente em função do meu trabalho de mais de 20 anos como servidor público e de quatro mandatos como vereador.Quero ver Relvado crescer de forma humana, respeitando nosso povo, levando tranquilidade e boas condições de vida, que com certeza nossa gente que luta de sol a sol é merecedora.É com imensa alegria e satisfação que quero essa oportunidade de fazer o melhor para o povo relvadense.

Cinco projetos para o desenvolvimento do município
Saúde: Plantão na saúde 24 hs, complementação na oferta de exames laboratoriais de média e alta complexidade disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS); Atendimento médico na Unidade Sanitária Municipal;
Agricultura: Maior incentivo, criar a secretaria Municipal da Agricultura; Manutenção das estradas de roça; auxílio na aquisição de mudas de eucalipto, acácia, erva-mate e outras;
Assistência Social: Centro de convivência para idosos, equipar o Centro de referência da Assistência Social – CRAS; Programas específicos para que os idosos tenham longevidade com qualidade; - Participar de programas e projetos de melhorias e construção de casa própria; - Apoio às ações desenvolvidas pelo Conselho Tutelar;
Desenvolvimento: geração de emprego e renda, Incentivar a instalação de novas indústrias; Incentivo à Indústria e Comércio local para criação de novos empregos e geração de renda; Apoio às ações de turismo.
Educação, Cultura e Desporto: -Implementar o atendimento em creche municipal às crianças de 6 meses a 2 anos; Revisão do Plano de carreira do Magistério Público Municipal; Oferecimento de cursos de formação continuada aos profissionais da educação.

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Da Croce busca a reeleição em Relvado

E-mail

 

O prefeito Adroaldo Da Croce e seu vice Ari Reginatto buscam a reeleição neste pleito de 02 de outubro pela coligação  ”Trabalho, Crescimento e União” tendo como lema “Trabalhando para Relvado Crescer”,  com PT, PDT, PTB e PP tanto na proporcional como na majoritária.  O candidato de oposição é o vereador Odi Paulo Lorenzini que vem em chapa pura pelo PMDB e tem como seu vice Clério Rizzi.

Adroaldo Da Croce
Por que quer ser prefeito de Relvado?
Por acreditar sermos capazes de contribuir para modernizar a administração e fazer os ajustes necessários, visando atender as necessidades de cada setor ou segmento sempre respeitando as leis e sem partidarismos, simplificando e otimizando as ações públicas visando ao desenvolvimento tanto no interior quanto na cidade, gerando renda e emprego sem deixar de atender os serviços essenciais, como saúde, educação e desenvolvimento econômico.

Cinco projetos para o desenvolvimento do município.
Mesmo na atual conjuntura econômica e política em que se encontram o nosso país, nosso Estado e os municípios,sempre devemos ter projetos para o futuro. O cenário de retração há mais de dois anos, que temos tido, nos trouxe menos recursos para atender um volume de demandas cada vez maior. Diante disto, temos como projeto essencial dar continuidade no trabalho de simplificar, otimizar e ter eficiência administrativa por um simples motivo: o respeito ao cidadão. Com maior eficiência na gestão, teremos recursos para investir além daquilo que a legislação nos obriga na saúde, na educação, manter a política de incentivo na agricultura e na indústria a fim de gerar mais emprego e renda.
Também, faremos projetos que visam melhorar a infraestrutura no desenvolvimento rural e urbano, no turismo, no esporte, saúde, educação, entre outros.

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Relvado: como amadores tornaram o futebol real

E-mail

 

Amador, conforme o dicionário, é aquele que não é profissional, e que, por gosto e não por profissão, exerce qualquer ofício ou arte. Amante; apreciador; curioso. Já a demonstração de zelo, dedicação e afeição profunda a outrem, estabelecendo um vínculo afetivo intenso, capaz de doações próprias, até o sacrifício, recebe a denominação de amor.
Não existe amador sem amor. E com estes dois atributos se faz até um time de futebol. Foi assim que nasceu o Esporte Clube Veteranos de Relvado. Uma composição de amadorismo e amor ao esporte.
O cenário do futebol do Veteranos é a cidade de Relvado,município gaúcho, localizado no Vale do Taquari, com aproximadamente 2.300 habitantes, a 180 km da capital Porto Alegre. É uma típica cidade interiorana, movida pelo alto impacto da agricultura e com características marcantes das culturas italiana e alemã.
A iniciação futebolística se deu com a chegada do Padre Alberto Tremea, na cidade de Relvado, em 1994. O pároco se deparou com um grupo de amigos que jogavam futebol há mais tempo, porém, sem qualquer oficialização. Tremea cuidou, imediatamente, de dois assuntos, já em janeiro de 1994. Um foi a oficialização dos jogos, iniciando pelo futebol de salão. O outro foi sua vaga no time, onde durante alguns anos foi um corajoso zagueiro, fechando a linha defensiva dos Veteranos.
Os jogos eram realizados sextas-feiras à noite, no Salão Paroquial de Relvado. Além de amistosos, também eram disputados campeonatos com equipes da região do Vale do Taquari, em partidas de ida e volta. Como não havia patrocínio, os jogadores ajudavam com R$5,00 mensais, para cobrir despesas com bolas, vestimentas e limpeza do salão. O diretor do time Veteranos era Ademir Pretto, que também fazia parte do plantel. Técnico não existia. Os jogadores se uniam em prol do time, com “pitacos” e o principal: vontade de jogar. Dessa forma, eram os próprios atletas que organizavam a escalação e esquema tático.
Com a introdução do salão, resolveu-se regularizar também o time para campo. Em 19 de março de 1994, definitivamente, a pequena Relvado passou a ter um time de futebol. Do ano inicial até 1997, os jogos eram disputados aos domingos de manhã. Em 1998 mudou para sábados à tarde, permanecendo nesse turno até o ano atual. As partidas em casa aconteciam no Estádio Municipal de Relvado, que abrigava jogos amistosos e de campeonato regional com times de Putinga, Anta Gorda, Nova Bréscia, Doutor Ricardo, Encantado e Lajeado.
Ao término do ano é realizado um encontro de confraternização entre jogadores e amigos da comunidade. O primeiro encontro de Veteranos foi realizado no dia 10 de janeiro de 1999, numa iniciativa de Paulo Possenatto e Luciano Laude. A festa, regada à música, churrasco e chopp, iniciou pela manhã e teve fim somente à noite. De 1999 até 2015, em todo final de ano esses encontros foram realizados. Afinal, partilhar felicidade também faz parte da essência do esporte.
Nos anos 2000, comandado por Marios Benini, o Esporte Clube Veteranos de Relvado conquistou seu primeiro título da região. Foi campeão municipal diante do time de Linha Salvação, no Estádio Municipal de Relvado.

Pai, filho e neto: três gerações no mesmo plantel
Mais do que ter o mesmo sangue e compartilhar um amor incondicional, entrelaçados pela união, a família Pretto pode afirmar que joga no mesmo time.
Waldemar Luis Pretto, Ademir Antonio Pretto e Marcio José Pretto, respectivamente, pai, filho e neto, vestiram a camisa do Veteranos e tiveram o privilégio de atuarem juntos durante dois anos, de 1999 a 2000. Toda a ligação familiar também compartilhada em campo.
“Seu” Waldemar, que hoje tem 79 anos, contou emocionado que ter tido a oportunidade de jogar ao lado de seu filho e neto foi mais do que uma honra, pois perpetuar através de gerações uma tradição é um dos legados do futebol: “Foi uma grande emoção jogar junto com a família, pois é o amor ao futebol. É difícil três gerações jogarem juntas e nós conseguimos.O que eu posso fazer para incentivar a prática do futebol eu faço. Futebol para mim é uma alegria”.
Ademir, com 56 anos e Marcio, com 33, ainda atuam pelo Veteranos e talvez possam repetir novamente o feito de terem três gerações da família Pretto jogando juntas. Isso poderá ser possível, pois Marcio tem um filho homem, o pequeno Eduardo, de 5 anos.
“Quando eu jogo futebol é um tempo que os problemas somem da cabeça. Eu espero que meu filho tenha a mesma chance que eu tive, de jogar com meu pai e meu avô”, idealizou Marcio.

Veteranos na atualidade
Em março de 2016 iniciou a temporada de amistosos, aos sábados à tarde. Os jogos são disputados com os times: Botafogo de Nova Bréscia e de Roca Sales; Ouro Verde; Alvorada; Grêmio Serrano; Renegados; Lozama; SAN; Serrano; Operário; Colinas; 3 reais; Tiradentes; Palmense; São José; Caçador; Juventude de Colinas; Albatrós e Dr. Ricardo. Partidas em Relvado e na cidade do adversário. O Campeonato Regional terá abertura no segundo semestre deste ano, no mês de agosto, também em jogos de ida e volta. A premiação é um troféu e dinheiro simbólico.
Nos jogos disputados no Estádio Municipal de Relvado, vende-se cerveja, refrigerante, água e cachorro-quente . Cada final de semana de jogo em casa, um trio de jogadores é escalado para organizar a copa e arrumar o campo. Além dessa arrecadação, o plantel paga R$20,00 mensais, para eventuais despesas.
Jogando num sistema 4-2-3-1, Lucas Frantz é o dono da braçadeira de capitão. Quem assume o comando do time em campeonatos é Ademir Pretto, enquanto nos amistosos a responsabilidade é assumida por Deiver Reinoso.
O Esporte Clube Veteranos de Relvado faz valer a velha máxima: nunca foi e nunca será somente futebol. O Veteranos ultrapassa o visível de ser apenas um time amador. É um grupo de amigos atados pelo esporte, pelo lazer. Busca, com dificuldades, dar voz ao futebol, dar espaço ao tão antigo e popular espetáculo da emoção e negócio. Se a vida no interior não é fácil aos jovens de idade e de espírito e, talvez, Relvado não ofereça grande demanda de recursos e entretenimentos, pelo menos dentro de campo o fel das dificuldades dá espaço para o mel adquirido pelo toque dos pés. O Veteranos vive há 22 anos e, enquanto há vida, há grito de gol. Se há grito de gol, há vida e há amor.

relvado como_amadores_2relvado como_amadores_3relvado como_amadores_1

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Página 1 de 45