Jornal Antena - Encantado RS

Friday, Apr 18th

Last update09:31:19 PM GMT

Você está na seção:

Jornal Antena - Encantado RS

Leitão Fest traz Milionário e José Rico

E-mail
Putinga - No sábado, dia 15 de outubro, a comunidade Xarqueadense recebeu um grande público para o lançamento da 5ª Leitão Fest que acontecerá nos dias 13, 14 e 15 de abril de 2012. O evento fez parte da programação dos 24 Horas de Cultura, promovido pela Escola Demétrio Berté. Na ocasião o presidente da festa, Jeferson Trevisol, juntamente com a Comissão Organizadora e Administração Municipal anunciaram os integrantes das subcomissões que irão trabalhar na organização e explicou aos presentes a estrutura do evento e localização entre outras informações.
Jeferson falou da importância da valorização do setor suinícola e fez referência à realização do Simpósio que irá abordar assuntos pertinentes à área. Quanto à cultura, os organizadores anunciaram novidades em especial no que tange a história da atividade, com a criação do Memorial do Leitão, onde será exposto um levantamento histórico da região enfocando a produção de suínos. Dentre muitas novidades, a comissão apresentou o mascote da Leitão Fest, Chimbé. O porquinho encantou pela sua  versatilidade na apresentação, sendo aplaudido por todos os presentes. Chimbé terá o compromisso de animar a garotada e auxiliar na divulgação do evento.
Quanto ao menu de shows, os organizadores trabalharam intensamente para oferecer uma variedade que agrade todos os públicos. Os contratados para o dia 13, sexta-feira, são Orquestra Sinfônica de Teutônia e Cesar Oliveira e Rogerio Mello, no dia 14 - sábado: Paulinho Cardoso, Grupo Talagaço, DJ Maluco e Aladin, e no dia 15 - domingo: Banda San Marino, Banda Champignon e Milionário e José Rico.
A gastronomia também será um ponto de referência ao evento, já que o suíno prevalecerá em inúmeros pratos.
O prefeito, Valdir Possebon, destacou que a Leitão Fest é um evento da comunidade putinguense e que todos devem se irmanar a realização da festa. “Estamos pensando em cada detalhe de estrutura, ornamentação, shows, gastronomia, cultura e evento técnico, oferecendo assim um diferencial em relação aos outros anos”, destacou.

Putinga - No sábado, dia 15 de outubro, a comunidade Xarqueadense recebeu um grande público para o lançamento da 5ª Leitão Fest que acontecerá nos dias 13, 14 e 15 de abril de 2012. O evento fez parte da programação dos 24 Horas de Cultura, promovido pela Escola Demétrio Berté. Na ocasião o presidente da festa, Jeferson Trevisol, juntamente com a Comissão Organizadora e Administração Municipal anunciaram os integrantes das subcomissões que irão trabalhar na organização e explicou aos presentes a estrutura do evento e localização entre outras informações. Jeferson falou da importância da valorização do setor suinícola e fez referência à realização do Simpósio que irá abordar assuntos pertinentes à área. Quanto à cultura, os organizadores anunciaram novidades em especial no que tange a história da atividade, com a criação do Memorial do Leitão, onde será exposto um levantamento histórico da região enfocando a produção de suínos. Dentre muitas novidades, a comissão apresentou o mascote da Leitão Fest, Chimbé. O porquinho encantou pela sua  versatilidade na apresentação, sendo aplaudido por todos os presentes. Chimbé terá o compromisso de animar a garotada e auxiliar na divulgação do evento.Quanto ao menu de shows, os organizadores trabalharam intensamente para oferecer uma variedade que agrade todos os públicos. Os contratados para o dia 13, sexta-feira, são Orquestra Sinfônica de Teutônia e Cesar Oliveira e Rogerio Mello, no dia 14 - sábado: Paulinho Cardoso, Grupo Talagaço, DJ Maluco e Aladin, e no dia 15 - domingo: Banda San Marino, Banda Champignon e Milionário e José Rico.A gastronomia também será um ponto de referência ao evento, já que o suíno prevalecerá em inúmeros pratos. O prefeito, Valdir Possebon, destacou que a Leitão Fest é um evento da comunidade putinguense e que todos devem se irmanar a realização da festa. “Estamos pensando em cada detalhe de estrutura, ornamentação, shows, gastronomia, cultura e evento técnico, oferecendo assim um diferencial em relação aos outros anos”, destacou.

leitao_fest_traz

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

DAER realiza recapeamento do trecho entre Roca Sales e Encantado

E-mail

 

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER) iniciou na manhã desta quarta-feira, dia 4, o recapeamento total do asfalto da RS 129 que dá acesso a Roca Sales. O trecho entre a Polícia Rodoviária e o trevo principal do município totaliza cerca de 3 km.
Os trabalhos de remoção das áreas de asfalto trincado vêm sendo realizado pela Construtora Giovanella, de Lajeado, vencedora da licitação. Tão logo essa etapa seja concluída, começam os trabalhos de recomposição do leito da rodovia, com a colocação do asfalto. Os funcionários da empresa que realiza os trabalhos alertam os motoristas para dirigirem com atenção. O Prefeito Nélio José Vuaden agradece ao Engenheiro Civil e Físico, Hildo Mourão, pela sensibilidade em viabilizar as melhorias. Os serviços trarão maior conforto e segurança para os motoristas e mais qualidade de vida para a população.
Após o recapeamento serão realizados os reparos nas juntas de dilatação da ponte sobre o Rio Taquari. A melhoria está em processo de licitação para posterior início dos serviços.

daer realiza_recapeamento

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Cuidados especiais na velhice

E-mail
Ilópolis - A velhice chega, e com ela as doenças. Na maioria das vezes, as famílias não têm estrutura para cuidar de uma pessoa idosa, principalmente quando a doença se arrasta por muito e muito tempo - como são, em alguns casos, de doenças cardiovasculares e alzhaimer. Para buscar preencher esta lacuna e dar maior qualidade de vida a estas pessoas, a Congregação das Irmãs Servas de Maria, mantenedora do Hospital Leonilda Brunet de Ilópolis, trabalhou a ideia de cuidar destas pessoas que necessitam de atendimentos especiais.
Em 2008, inauguraram em Ilópolis,  o Centro de Cuidados Especiais, o qual funciona em um prédio totalmente estruturado e adaptado, com uma equipe especializada de enfermeira, nutricionista e fisioterapeuta, que têm por objetivo cuidar com carinho e atenção quem precisar de atendimento especial. Sempre contando com o respaldo da estrutura hospitalar.
Segundo o diretor do hospital, Fermando da Gama, este centro tem capacidade para atender no máximo 15 pessoas. “Mas já estão pensando em ampliá-lo, pois a procura é muito grande”, disse. Lá, encontramos várias pessoas de Encantado, Guaporé, Putinga, Porto Alegre e uma senhora de Gramado, que vivia sozinha e o seu filho, que encontra-se na Bélgica, por indicação encontrou o lugar e transformou um dos quartos num pequeno apartamento para que a mãe viva tranquila e  tenha os cuidados necessários na sua ausência.
Um dos maiores problemas, segundo Fernando, é incentivar os familiares dos idosos a hospedá-los neste centro sem sentirem-se culpados pelo pensamento do ‘abandono’. “A maioria dos familiares têm a impressão de estarem colocando seus pais e/ou avós num asilo, e o conceito de asilo é muito forte negativamente. Temos nos dedicado a trabalhar esse psicológico nos familiares, até porque nosso centro não é um asilo”, disse. Em geral, os familiares buscam o centro quando já não têm estrutura física nem psicológica para cuidar do pai ou da mãe.  “O Centro é um local onde as pessoas são assistidas por profissionais e os seus familiares têm a total liberdade de visitá-los no horário que desejarem, e isso ajuda a manter o relacionamento de proximidade entre a família e a pessoa que está hospedada”, lembrou Fernando.
Um dos principais problemas de saúde é o Alzheimer, que, segundo as informações, está presente em torno de 80% das pessoas que passam pelo centro.
Rotina normal
Os vovôs e vovós que estão sob os cuidados vivem a rotina normal dentro de uma casa. Eles assistem TV, rezam na capela junto à casa, os que podem caminhar circulam pelo pátio e pomar, ficam ao redor da lareira observando o fogo, mas sempre com o olhar atento da equipe de cuidadores.
Toda essa dedicação e conforto tem um custo, que não é elevado se comparado aos investimentos necessários para contratar uma pessoa especificamente para cuidar de idoso, em casa. O valor da internação é de três salários mínimos por mês, durante o tempo necessário ou o tempo que a família quiser. Neste valor, está incluso a alimentação, a hospedagem, as roupas de cama e o atendimento dos profissionais. Já com relação aos medicamentos e material de higiene, isto fica aos cuidados da família.
Ao conversar familiares, muitos informaram que o mais importante é saber que as pessoas queridas estão sendo bem assistidas num local  bonito, arejado, confortável e com segurança.

Ilópolis - A velhice chega, e com ela as doenças. Na maioria das vezes, as famílias não têm estrutura para cuidar de uma pessoa idosa, principalmente quando a doença se arrasta por muito e muito tempo - como são, em alguns casos, de doenças cardiovasculares e alzhaimer. Para buscar preencher esta lacuna e dar maior qualidade de vida a estas pessoas, a Congregação das Irmãs Servas de Maria, mantenedora do Hospital Leonilda Brunet de Ilópolis, trabalhou a ideia de cuidar destas pessoas que necessitam de atendimentos especiais.Em 2008, inauguraram em Ilópolis,  o Centro de Cuidados Especiais, o qual funciona em um prédio totalmente estruturado e adaptado, com uma equipe especializada de enfermeira, nutricionista e fisioterapeuta, que têm por objetivo cuidar com carinho e atenção quem precisar de atendimento especial. Sempre contando com o respaldo da estrutura hospitalar.Segundo o diretor do hospital, Fermando da Gama, este centro tem capacidade para atender no máximo 15 pessoas. “Mas já estão pensando em ampliá-lo, pois a procura é muito grande”, disse. Lá, encontramos várias pessoas de Encantado, Guaporé, Putinga, Porto Alegre e uma senhora de Gramado, que vivia sozinha e o seu filho, que encontra-se na Bélgica, por indicação encontrou o lugar e transformou um dos quartos num pequeno apartamento para que a mãe viva tranquila e  tenha os cuidados necessários na sua ausência.Um dos maiores problemas, segundo Fernando, é incentivar os familiares dos idosos a hospedá-los neste centro sem sentirem-se culpados pelo pensamento do ‘abandono’. “A maioria dos familiares têm a impressão de estarem colocando seus pais e/ou avós num asilo, e o conceito de asilo é muito forte negativamente. Temos nos dedicado a trabalhar esse psicológico nos familiares, até porque nosso centro não é um asilo”, disse. Em geral, os familiares buscam o centro quando já não têm estrutura física nem psicológica para cuidar do pai ou da mãe.  “O Centro é um local onde as pessoas são assistidas por profissionais e os seus familiares têm a total liberdade de visitá-los no horário que desejarem, e isso ajuda a manter o relacionamento de proximidade entre a família e a pessoa que está hospedada”, lembrou Fernando. Um dos principais problemas de saúde é o Alzheimer, que, segundo as informações, está presente em torno de 80% das pessoas que passam pelo centro.Rotina normalOs vovôs e vovós que estão sob os cuidados vivem a rotina normal dentro de uma casa. Eles assistem TV, rezam na capela junto à casa, os que podem caminhar circulam pelo pátio e pomar, ficam ao redor da lareira observando o fogo, mas sempre com o olhar atento da equipe de cuidadores.Toda essa dedicação e conforto tem um custo, que não é elevado se comparado aos investimentos necessários para contratar uma pessoa especificamente para cuidar de idoso, em casa. O valor da internação é de três salários mínimos por mês, durante o tempo necessário ou o tempo que a família quiser. Neste valor, está incluso a alimentação, a hospedagem, as roupas de cama e o atendimento dos profissionais. Já com relação aos medicamentos e material de higiene, isto fica aos cuidados da família.Ao conversar familiares, muitos informaram que o mais importante é saber que as pessoas queridas estão sendo bem assistidas num local  bonito, arejado, confortável e com segurança.

cuidados_especiais_na_2

cuidados_especiais_na_3

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Eleições 2012 - Veja o que pode e o que não pode na votação

E-mail

veja o_que_pode

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Filó Italiano revive as tradições

E-mail

 

A tradição dos imigrantes vindos da Itália de reunir os amigos e as famílias para comer, beber, conversar ou cantar foi resgatada na noite de 13 de abril em um Filó Italiano, no município de Imigrante, no Vale do Taquari. O evento promovido pelo Coral Vozes ocorreu no Bairro Daltro Filho, comunidade que reúne grande parte de descendentes italianos na cidade. O friozinho acentuado do outono colaborou para que a festa ganhasse um clima mais especial. Um convite à mesa farta de queijos, salames, cucas, polenta frita, vinhos e outras guloseimas da cultura italiana. No palco, muita música para aquecer, com a apresentação de um grupo típico.
De acordo com um dos organizadores e também descendente de italianos, Luiz Pozocco, o objetivo do Filó, que ocorre anualmente, é reviver e valorizar a cultura dos imigrantes vindos da Europa. E despertar nos jovens o interesse pelos costumes dos antepassados.
Segundo ele, nos filós de antigamente, as pessoas trocavam ideias, tratavam de negócios e trabalho, contavam piadas, cantavam, entre outras coisas. Era uma oportunidade de se encontrar e colocar os assuntos em dia. “Claro que tudo isso era acompanhado de muita comida e bebida. À medida que iam bebendo vinho, as piadas iam aumentando”, brinca Pozocco.

filo italiano_revive

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Página 11 de 131